A região precisa de mais pontos de acesso à Internet para aumentar o conteúdo

01/07/2014

O desenvolvimento de pontos de acesso à rede (IXP) na América Latina e o Caribe é estratégico para atrair maior quantidade de redes de entrega de conteúdo à região. Além disso, esses IXP locais servirão para aumentar o tráfego na Internet, reduzir custos, resolver problemas de interconexão de tráfego e oferecer uma maior qualidade ao usuário.

Assim o destaca Hernán Arcidiácono, diretor de operações de IPLAN e Responsável ISP de CABASE, durante o último Fórum de Interconexão Regional (NAPLA) durante a reunião de LACNIC21 no México.

Para o especialista «o desembarco das redes de distribuição de conteúdo na América Latina e o Caribe é uma questão de tempo» e vai acontecer «quando o volume seja mais importante.»

Hernán admite que a região tem certo atraso em relação aos EUA, ao este asiático e à Europa, mas mesmo assim, acredita que está no rumo certo de ter uma boa quantidade de redes de distribuição de conteúdo.

Quanto ao desenvolvimento dos IXP locais, além de todos os benefícios que acarretam, constituem uma garantia dos conceitos de neutralidade da rede.

Veja aqui um vídeo com a entrevista a Hernán Arcidiácono, quem também se referiu ao papel da comunidade na melhora da conectividade interregional.

Suscríbete para recibir las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber as últimas novidades no seu e-mail