Colômbia “procura impulsionar massificação do uso da Internet”

28/02/2013

Colômbia, um dos países da região com maior penetração da Internet, está se preparando para receber a reunião anual do LACNIC.

Carolina Hoyos, vice-ministra das Tecnologias da Informação e das Comunicações da Colômbia, salientou que seu governo está comprometido com o desenvolvimento da Internet porque considera que é uma ferramenta para gerar empregos e para reduzir o fosso social.

A seguir, um resumo do diálogo da vice-ministra com o LACNIC News.

Qual a importância dada pelo governo da Colômbia ao desenvolvimento da Internet no seu país?

 

A expansão da penetração da Internet e a apropriação das tecnologias da informação e das comunicações (TIC) é uma ferramenta eficaz para gerar empregos e combater a pobreza por seu potencial como agente de desenvolvimento em empresas e poderosa ferramenta para a educação.

O governo é consciente disso e portanto criou o Plano Vive Digital, que procura impulsionar a massificação do uso da Internet para atingir a prosperidade democrática.

Segundo o último relatório da UIT, a Colômbia tem uma penetração da Internet de 40.4 usuários por cada 100 habitantes. Qual a estratégia do governo colombiano para reduzir o fosso digital neste país?

 

 

O Ministério TIC mede a penetração da Internet por número de conexões: quando começamos no governo, tínhamos 2.2 milhões de conexões à Internet de banda larga e hoje temos mais de 6 milhões de conexões. A estratégia é seguir conectando o país para atingir em 2014, 8.8 milhes de conexões.

Neste ano esperamos crescer em um milhão de conexões a mais, graças ao subsídios que o governo ofereceu para conectar o país, e ao crescimento natural do mercado. Também esperamos que quando todos os operadores começar a oferecer serviços de 4G, a massificação da Internet no país aumente significativamente.

 

Há projetos para beneficiar as comunidades mais desfavorecidas e com menor desenvolvimento das TIC? Quais são esses projetos?

 

 

Sim, temos vários:

 

O Projeto Nacional de Fibra óptica com o qual irão se conectar 1.078 municípios do país à estrada da informação. Isto significa que os prefeitos e operadores poderão fornecer o serviço da Internet de alta velocidade. Hoje, 551 municípios já tem cabos de fibra óptica.

Pontos Vive Digital. Nos locais mais afastados e principalmente nos bairros de estratos 1 e 2, temos instalado 101 “Pontos Vive Digital”, centros onde a comunidade pode ter acesso a capacitações em questões relacionadas às TIC, conectividade, trâmites on-line com o portal do Estado Colombiano, sala de videojogos e capacitação no uso de tecnologia. Desses, 25 estão destinados a usuários portadores de alguma deficiência.

Adicionalmente, durante este governo, temos levado Internet para zonas rurais e/ ou remotas através de 1.055  Kioscos Vive Digital, espaços para acesso à Internet, localizados em localidades de mais de 100 habitantes e parques nacionais. Em 2013 pretendemos ter 1.689 novos Kioscos Vive Digital para atingir o objetivo total de 2.744.

Subsídios para acessar à Internet ou PC. Cerca de 1.000.000 de famílias serão beneficiadas com subsídios de Internet de banda larga. Em média, um novo usuário vai receber 300 mil pesos através dos operadores da Internet, que poderão ser usados para subsidiar o computador ou a taxa da Internet.

Temos conectado à Internet a cerca de um milhão duzentos mil estudantes de 7.295 instituições de ensino público de municípios afastados e zonas rurais, e durante este governo serão entregues 577 mil computadores e 77 mil tabletes às escolas públicas .

Finalmente, todos os departamentos contam com seu Plano Regional Vive Digital.  O MinTIC co-financia estes programas em contrapartida com os governos e prefeituras das capitais, desenvolvendo projetos TIC que fazem parte do Plano de desenvolvimento de sua região.

Suscríbete para recibir las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber as últimas novidades no seu e-mail