Destacadas propostas no Fórum Técnico do LACNIC

05/05/2021

O Fórum Técnico do Lacnic (FTL) reunirá um grupo de selecionadas apresentações sobre os tópicos tecnológicos mais relevantes da atualidade da Internet durante o próximo evento LACNIC 35.

O FTL, um espaço onde a comunidade técnica analisa os últimos avanços da arquitetura e da segurança da Internet, será realizado na quarta-feira 12 de maio a partir das 14 (hora UTC).

O FTL – será realizado através da plataforma Zoom e contará com interpretação e transcrição simultâneas em espanhol, inglês e português; os interessados em participar deverão se inscrever aqui.

Destaques e talentos. Na agenda do Fórumdestaca-se o trabalho do pesquisador Hugo Salgado, “o uso ruim do “localhost” em domínios”. Na sua palestra, Salgado apresentará problemas de segurança detectados pelo uso atual de uma técnica no DNS de finais do século 20. Essa tecnologia, considerada um risco para a segurança, encontra-se em 20% dos domínios da região, segundo medições realizadas em um ccTDL. O especialista chamará a atenção das operadoras das zonas DNS para que excluam seu uso.

Outra apresentação de destaque da agenda é a de Paul Bernal, sobre o aproveitamento da rede de honeypots IoT para a região do LACNIC. Vencedor do programa FRIDA na área de segurança, o projeto Implementação de um loT honeypot na América Latina e Caribe mostrará seus avanços, vantagens e benefícios para a região, bem como as instituições que participam e colaboram, incluindo dados coletados, estatísticas e visualizações.

Os dados gerados são compartilhados com CSIRT nacionais e colaboradores de redes da região, assim como com outros CSIRT e colaboradores de redes ao redor do mundo.

O projeto utiliza honeypots existentes de código aberto relacionados com a loT e os implementa a grande escala, usando o marco de Shadowserver.

No espaço de novos talentos do FTL – orientado a mulheres jovens vencedoras do programa de Mentoria da IT Women do LACNIC- María Jesus Cresci apresentará Protocolos e plataformas de software para o desenvolvimento efetivo de IoT. Seu trabalho está focado em loT e os protocolos de redes necessários para regiões onde não há cobertura de sinal alguma (por exemplo, zonas rurais) onde se requer implementações de sensores para monitoramento de terrenos, gado, variáveis ambientais, entre outras. O estudo técnico será sobre a possibilidade de utilização de diferentes protocolos, de acordo com as suas fortalezas para a conectividade em regiões longínquas.

Neste espaço também apresentarão Vanessa de Oliveira Mello sobre Automação de redes: Idempotência na configuração de um AS; Yisel Tamayo dissertará em relação ao modelo de gestão e controle de disponibilidade na automação de processos de monitoramento da infraestrutura tecnológica; e Dalia Terán compartilhará sua pesquisa Análise da Segurança em redes de Informação IPv6 Virtual.

Também fazem parte das exposições do FTL: MAP MAP Translation (MAP-T) de Xander Thuijs; RFC 8981 – Temporary extensions SLAAC de Fernando Gont; ASPATH – Software de código aberto para a coleção de rotas de Rodrigo Peña; Automatizando BIRD e ter BGP sem morrer tentando de Ariel Antigua; e Uma estratégia para manter atualizada sua geolocalização de Massimo Candela.

Além disso, você pode acessar outras apresentações selecionadas para apresentar na feira virtual do LACNIC 35.

Cadastre-se aqui para participar do evento.

Suscríbete para recibir las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber as últimas novidades no seu e-mail