Prêmio Trajetória 2011 – Distinção para Florencio Utreras

03/11/2011

O cientista chileno desempenhou um papel fundamental na integração de redes acadêmicas através da Internet.
Oscar Messano, Florencio Utreras e Raúl Echeberría

Oscar Messano, Florencio Utreras e Raúl Echeberría

O cientista chileno Florencio Utreras recebeu o Prêmio Trajetória 2011 por sua contribuição permanente ao desenvolvimento da Sociedade da Informação na região da América Latina e o Caribe e seu incansável trabalho em nome da comunidade Internet.

Desde o ano de 2009, o LACNIC outorga a cada ano essa distinção às pessoas da comunidade da Internet que tiverem realizado contribuições relevantes de forma sustentada e que tenham se transformado em exemplo para a região por suas realizações concretas.

A premiação aconteceu em uma cerimônia emotiva realizada durante as sessões do LACNIC XVI em Buenos Aires.

Florencio Utreras Díaz, engenheiro matemático e doutor em engenharia, é diretor executivo da CLARA, a Cooperação Latino-Americana de Redes Avançada desde 2004. Desde a sua formatura, tem desenvolvido uma atividade destacada em seu país e na região, começando como docente para depois se focar no que seria sua atividade essencial: a criação das redes informáticas  ao serviço do desenvolvimento de conhecimento acadêmico e pesquisa.

Utreras foi eleito por unanimidade pelo júri integrado por Carlos Afonso (Brasil, prêmio Trajetória 2010), Ida Holz (Uruguai, prêmio Trajetória 2009), José Soriano (Peru), Raimundo Beca (Chile) e Sylvia Cadena (Colômbia). Na sua decisão, o júri observou a excelência dos candidatos inscritos porque todos têm realizado importantes contribuições para o desenvolvimento da Internet ao longo do continente. “No entanto isso, nesta oportunidade o júri chegou a uma decisão rapidamente e por unanimidade devido à natureza e qualidade do vencedor”, apontou o júri em seu veredicto.

O vencedor do prêmio Trajetória 2011 tem estado envolvido com o desenvolvimento da Internet e das Redes Acadêmicas na América por mais de vinte anos e tem recebido vários prêmios por sua contribuição na difusão da tecnologia da Internet e redes de pesquisa. Teve um papel muito importante na conexão do Chile às redes informáticas mundiais quando em 1987 liderou o trabalho de incorporação a Bitnet e em 1992 coordenou o Projeto FONDEF para o fortalecimento da Rede Universitária Nacional, que permitiu criar um backbone de 64 Kbps para os membros de REUNA. Em 1997 promoveu uma aliança estratégica entre REUNA e CTC Mundo (atualmente Telefônica) que permitiu a criação de REUNA 2, uma rede de banda larga desde Arica até Osorno, considerada na época como a maior da América Latina.

Em 1992 contribuiu para a criação de REUNA (a primeira rede acadêmica da América Latina e o Caribe). Depois foi parte da primeira comissão diretiva de CLARA e mais tarde concorreu para o cargo de diretor executivo que assume em 2004, realizando um trabalho inestimável para a conexão de todas as redes acadêmicas da América Latina e o Caribe.

Suscríbete para recibir las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber as últimas novidades no seu e-mail