Quinze transferências de blocos IPv4 dentro da região

26/04/2018

Enquanto as primeiras 15 transferências de blocos IPv4 já foram concluídas na América Latina e o Caribe, LACNIC habilitou um novo serviço para facilitar o encontro entre potenciais oferentes e compradores de blocos de endereços na Internet na região.

Desde que a comunidade de LACNIC aprovou a possibilidade de transferências de blocos IPv4 – que não fazem parte de um processo de compra/venda ou fusão entre as empresas envolvidas – 15 transferências desse tipo foram feitas dentro da região, alcançando um total de 160.768 IP transferidos.

“Aos poucos, sentimos que a comunidade está começando a transferir endereços IPv4 porque está tomando conhecimento e confiança nesta alternativa como uma opção legítima para oferecer e receber endereços”, disse o gerente de Serviços de LACNIC, Alfredo Verderosa.

Basicamente, a política aprovada permite que uma organização que possua a custódia de um bloco IPv4 que não está em uso, possa transferi-lo para outra organização que o requeira. Somente são permitidas as transferências dentro da região de LACNIC.

Assim, as primeiras quinze transferências foram concretizadas.

A partir deste mês, para fornecer informações relevantes sobre as transferências IPv4, LACNIC lançou um novo serviço com os contatos das organizações interessadas tanto em transferir quanto em receber recursos IPv4. Este sistema está operacional no portal MI LACNIC, a plataforma web criada pela organização para fornecer serviços aos membros.

O novo serviço inclui a lista das organizações que desejam oferecer blocos IPv4, a lista das organizações que desejam receber blocos IPv4 e a dos intermediários entre as organizações que oferecem e que recebem.

“Sentimos que havia a necessidade de dar transparência ao processo e gerar uma instância de encontro entre as partes, e é por isso que lançamos este serviço”, acrescentou Verderosa.

Instantaneamente apareceram interessados e já são cerca de cinquenta as organizações interessadas em se cadastrar como possíveis adquirentes ou oferentes de blocos de endereços IPv4 através da plataforma MI LACNIC.

“Este serviço foi gerado com base na demanda e interesse da comunidade. Desde que foi ativado, recebemos muitas consultas e aspirações de organizações para participar nele “, disse Sergio Rojas, especialista em Serviços de Registro do LACNIC.

Rojas vai ser o responsável da apresentação oficial do serviço no evento LACNIC 29. A atividade vai ser realizada na quinta-feira 3 de maio às 10h15 local (Panamá) e poderá ser assistida via streaming.

Enquanto isso, os interessados em obter mais informações sobre transferências podem acessar aqui.

Suscríbete para recibir las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber as últimas novidades no seu e-mail