Um percurso pelas quatros dimensões de sucesso da Internet

21/04/2022

Por Oscar Robles – Diretor Executivo do LACNIC

A Internet é “atacada” constantemente através de diferentes ações. Como por exemplo, os regulamentos que impedem o desenvolvimento de modelos de negócios inovadores, com o intuito de favorecer a conectividade de comunidades ignoradas, tanto por regulamentos que pretendem atacar problemas reais, mas com a verdadeira intenção de ser um instrumento de controle e de coerção, quanto pela voracidade de conglomerados globais que, no afã de obter mais, minam a confiança que a sociedade tem na Internet.

Há alguns meses desenvolvemos um estudo sobre a Internet em parceria com a APNIC, nossa organização irmã da Ásia Pacífico. No estudo procuramos identificar quais dos princípios técnicos estabelecidos no desenho original da Internet permaneciam na Internet atual e em que medida. Não apenas percebemos que todos eles estão presentes de alguma forma ou de outra, senão que essas decisões foram fundamentais para o sucesso da Internet por mais de 50 anos.

Identificamos quatro dimensões impactadas por estes princípios técnicos: Flexibilidade, Resiliência, Escalabilidade e Adaptabilidade. Ou seja, a maioria daquelas decisões adotadas no desenho original da Internet tiveram um impacto significativo em algumas destas dimensões. Foram decisões conscientes e cruciais para o desenvolvimento da Internet, não foram tomadas ao acaso.

Ao definir um modelo de arquitetura baseado em camadas, a rede pode ser agnóstica tanto à tecnologia utilizada nos dispositivos dos usuários quanto ao meio para conectá-los na última milha. Com isso a Internet se favoreceu dessa flexibilidade impressionante para conectar diferentes redes e diversas tecnologias. Os protocolos fundamentais (TCP/IP) são peça essencial para que hoje possam coexistir aplicativos definidos há 40 anos, bem como novos aplicativos baseados na Internet das coisas (IoT) ou aplicativos para blockchain. Ao mesmo tempo, durante a pandemia fomos testemunhas de como o tráfego se comportou (vídeo em tempo real) e como a adaptabilidade dos protocolos da Internet possibilitou esse comportamento.

Se bem a Internet não foi desenhada originalmente com mecanismos robustos de segurança, seu desenho permitiu a introdução de mecanismos cada vez mais seguros em diferentes elementos da rede (no DNS, no roteador, na navegação, no armazenamento de informação, etc.) que permitem que a Internet possa manter a sua capacidade de operação apesar dos desafios que atingem a sua estrutura todos os dias, mostrando uma extraordinária resiliência.  Por último, é uma tecnologia que mostrou um crescimento sem igual; nenhuma outra tecnologia conseguiu conectar tantas pessoas nem tantos dispositivos na história da humanidade como a Internet, demonstrando com isso a sua escalabilidade. Inclusive no começo da pandemia deu para ver, em diferentes pontos da rede, crescimentos de diversas ordens de magnitude e em poucos dias, algo que nenhuma tecnologia conseguiu antes, sobre tudo numa fase de amadurecimento como esta.

Por tudo isso, é importante que nós, participantes do desenvolvimento da Internet, verifiquemos que este desenvolvimento se realize de forma adequada, seja através das organizações da comunidade técnica, em entidades regulatórias destas tecnologias, ou das empresas que levam conectividade aos diferentes cantos da região. E, além disso, asseguremos que a Internet continue sendo a mesma, já que é a única que demonstrou suficiente Flexibilidade, Adaptabilidade, Resiliência e Escalabilidade para prestar atendimento às diversas necessidades da sociedade.

Para saber mais sobre este assunto, participe do painel “Um percurso pelas 4 dimensões técnicas da Internet” do LACNIC 37, na terça-feira 3 de maio. 

Por mais informação acesse aqui.

Suscríbete para recibir las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber as últimas novidades no seu e-mail