Inovadora experiência de IPV6

24/09/2015

Em Paraguai, uma inovadora experiência de lançamento de IPv6 com chegada aos usuários finais está sendo desenvolvida.

Desde agosto, COPACO, um fornecedor da Internet de Paraguai, garante suporte IPv6 para toda a rede através do acesso sem custo aos clientes que podem segurá-lo nos equipamentos deles e incentivando a adoção de tecnologias para usar o último protocolo da Internet.

Para “evangelizar” aos seus clientes sobre o protocolo IPv6 criaram o portal http://ipv6.copaco.com.py onde incluíram um programa beta tester6 para aceder ao mundo IPv6 e também fizeram uma campanha de comunicação massiva, contou à LACNIC News Hernán R. Franco, da área de gerenciamento de rede IP – SIP do COPACO.

A partir dessas ações, vários dos provedores de serviço da Internet (ISP) que já tinham os segmentos IPv6 pediram o serviço à COPACO. “Estamos constantemente em um processo de liberação dos filtros para o tráfego em nossos prestadores internacionais”, comentou Franco.

Além disso, clientes corporativos também quiseram fazer testes, foi assim que lhes atribuíram segmentos IPv6 aos que não tinham eles e deram forma ao tráfego aos que já tinham seus próprios recursos.

O desafio maior para COPACO foi concentrado nos clientes do segmento retail (ADSL, FTTH e GPON).

No caso dos clientes do ADSL, como os modems dos usuários na grande maioria não suportam IPv6 por ser equipamento de baixo custo, com o programa beta tester6 beta estão certificando uma por uma as ordens e decantando os modems sem suporte. Neste último caso sugerem a aquisição de um modem com suporte IPv6 Dual Stack caso o cliente quiser fazer os testes.

A fim de estimular ainda mais à adopção de IPv6, COPACO antecipa comprar modems para o serviço ADSL e FTTH, razão porque os clientes novos que conecte terão o serviço Dual Stack (IPv4 e IPv6) e aqueles que já estejam conectados irão mudando em um processo gradual e mais lento.

No caso dos clientes FTTH ou GPON, Franco indicou que estão vendo “mais um pouco de praticabilidade para a adição dos usuários ao IPv6, desde que os routers dos clientes estão apresentando mais um pouco de suporte”.

A COPACO tem também um laboratório onde alocou um grupo de trabalho para a certificação e os testes de IPv6 para clientes domiciliários e para provar a plataforma em equipamentos mais potentes, sistemas operativos e terminais que têm a etiqueta de IPv6 Ready.

Além disso, o beta tester6 permitiu que a COPACO identificasse três questões relevantes: muitos clientes interessados em saber que é e como poderiam executar IPv6 nas redes deles; problemas da certificação do equipamento que não tem suporte IPv6 (principalmente aqueles de custo médio/baixo); e desvantagens com determinados terminais (SmartPhones por exemplo) que precisam de configurações adicionais ou updates para funcionar apropriadamente.

Suscríbete para recibir las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber as últimas novidades no seu e-mail