Mudar as regras da Internet é simples

31/08/2015

Durante o evento “Mudar as regras da Internet é simples”, organizado por LACNIC para incentivar a participação da comunidade nas políticas da Internet da região, começou-se a discutir a possibilidade de realizar transferências de endereços IP entre organizações da América Latina e o Caribe.

Novos tipos de transferências na região? Nesse encontro, realizado via streaming, explicou-se que hoje há organizações que necessitam endereços IPv4 que o estoque disponível na região não pode satisfazer. Portanto, é possível que parte dessas organizações tentem consegui-las em outros mercados. Nesse caso, advertiu-se, as transferências não ficariam no registro de LACNIC e esses endereços IP estariam por fora do sistema formal, o que poderia acarretar dificuldades no momento de sua identificação. Nesse sentido, foi enfatizado que o LACNIC é responsável pela gestão dos recursos de numeração da Internet na região, pelo que se tais transferências estão começando a ser feitas sem uma política adequada, poderá ser perdido o seu registo. Esta questão será discutida nos próximos fóruns e debates organizados por LACNIC.

O evento também tratou novidades importantes para a comunidade e foram difundidas novas ferramentas disponíveis para participar da mudança das regras da Internet na região.

O evento contou com o convidado especial Jorge Lam, que compartilhou sua experiência de implementar com sucesso uma proposta de mudança política. Lam contou que não estava conforme com o requisito de que era necessário ser multihomed para pedir um ASN e apresentou uma proposta de mudança. Comentou que ele sentiu o processo para implementar sua proposta muito simples e que sempre recebeu o apoio dos moderadores e da comunidade.

Mudanças no esgotamento? Sobre o estoque de IPv4 explicaram que uma vez implementadas as políticas de esgotamento, pretendia-se deixar uma reserva para a fase 2 (na que apenas se designa até um bloco /22) similar em quantidade à reserva para a fase 3 (na que somente será designada para novos membros) Porém, as circunstâncias mudara, a reserva para a fase 3 aumentou mais do previsto, devido a blocos entregues pela IANA e blocos devolvidos e revocados.

Assim, essas novas circunstâncias levam a estimar de que a fase 3 dure aproximadamente até 2024 e a fase 2 culmine no final deste ano aproximadamente. Por esse motivo, a comunidade levantou se não seria conveniente adaptar a política às novas circunstâncias a fim de aperfeiçoar a administração dos endereços IPv4.

Políticas a serem discutidas. Também foram apresentadas as propostas que serão discutidas no próximo Fórum Público de Políticas em LACNIC 24, em Bogotá.
Foi compartilhada informação de algumas das propostas em discussão de outras regiões (APNIC, RIPE, AFRINIC, ARIN) que poderiam ser consideradas para a região de LACNIC. Por exemplo, a proposta de “Uso de recursos fora da região” discutida em AFRINIC que propõe definir, o número de recursos designados que poderiam ser usados fora da região de AFRINIC.

Finalmente foram apresentadas duas novas opções que LACNIC oferece para motivar a criação de novas políticas. Uma “Lista de Melhorias” que procura inspirar a criação de novas propostas de políticas.
A ideia é gerar sinergia entre a comunidade para a criação de novas políticas, entre pessoas que publicam melhorias e outros, que lendo essas melhorias encontram uma solução para apresentar como proposta de política. A este respeito, pode contribuir na lista
http://www.lacnic.net/web/lacnic/politicas-mejoras

O outro serviço apresentado foi “Guias de Políticas”, que consiste em uma lista de pessoas voluntárias envolvidas na comunidade com experiência no Processo de Desenvolvimento de Políticas que irão ajudar outros membros a apresentarem a sua proposta. Os contatos podem ser realizados através do e-mail info-politicas@lacnic.net

Finalmente Carlos Plasencia, moderador do Fórum Público de Políticas, salientou o simples que é o processo de políticas e que o mesmo oferece à comunidade a possibilidade de impactar positivamente sobre as regras da Internet na região.

Suscríbete para recibir las últimas novedades en tu mail Click here to subscribe receive the latest news in your inbox. Inscreva-se aqui para receber as últimas novidades no seu e-mail